segunda-feira, 9 de maio de 2011

Capacidade De Se Emocionar - Lya Luft

"Romantismo não deve ser confundido com frivolidade,
óculos cor-de-rosa, fuga da realidade.
Para mim, é a capacidade de viver algum tipo de encantamento,
de ver coisas positivas e boas,
de valorizar relações humanas que significam ternura, carinho, cuidado, estímulo...
Sem um grão de romantismo penso que a vida seria cor de cinza, sem graça, tediosa,
os relacionamentos frios ou grosseiros.
Existe romantismo não só no amor,
mas até no observar uma criança que brinca,
ao apreciar uma bela obra-de-arte,
ao reunir a família,
ao ver um pôr de sol maravilhoso e se emocionar...
Romantismo, talvez, no fundo, seja isso:
a capacidade de se emocionar. "

SEGUIDORES